Versão futura será capaz de detectar o vírus HIV

Versão futura será capaz de detectar o vírus HIV

Cientistas da universidade de Harvard, nos EUA, conseguiram desenvolver um aparelho do tamanho de uma moeda capaz de identificar células cancerígenas eo vírus HIV no corpo humano. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (28), e sem dúvida representa uma grande esperança no diagnóstico precoce destas doenças – o que aumenta as chances de cura.

A equipe responsável pelo aparelho é composta de um bioengenheiro de Harvard e um engenheiro aeronáutico do MIT. O invento é tão eficaz que é “capaz de identificar uma única célula cancerígena em uma amostra de sangue, permitindo que médicos consigam determinar rapidamente se o câncer se espalhou pelo organismo”, diz o comunicado.

A ideia é que o equipamento ganhe uma versão de baixo custo para ser usado por médicos em países em desenvolvimento, para substituir os atuais – e caros - métodos de diagnóstico dessas doenças.

O equipamento é uma evolução de uma versão anterior desenvolvida pelo bioengenheiro Mehmet Toner quatro anos atrás. Aquela versão usava sangue coletado de pacientes que circulada por milhares de pequenos tubos de silicone preenchidos com anticorpos que se prendem a células cancerígenas, prendendo-as.

O trabalho do especialista em aeronáutica, Brian Wardle, foi conseguir que esses tubos se tornasse mais eficientes e aumentassem a eficácia do teste. Wardle é especialista em materiais avançados de nanoengenharia. A parceria rendeu a nova versão do aparelho, que usa nanotubos de carbono capazes de coletar células doentes oito vezes melhor do que a versão de quatro anos atrás.

Essa “pesca” de células cancerígenas consegue detectar cânceres em seus estágios iniciais, quando eles ainda estão começando a se espalhar – nesse estágio as células começam a se espalhar pela corrente sanguínea. Das mortes causadas por câncer, 90% são causadas por cânceres que se espalharam para outros lugares do corpo”, diz Wardle.

Os cientistas agora trabalham em uma adaptação do aparelho capaz de diagnosticar HIV. Testes estão sendo conduzidos em vários hospitais e uma versão comercial deve estar disponível nos próximos anos.

Veja o comunicado completo aqui.

Fonte: MSN Tecnologia