Coreia do Sul quer lei para obrigar cidadãos e empresas a instalarem software anti-zumbi

sexta-feira, 25 de março de 2011


Caso aprovada, lei permitirá ao governo do país vasculhar computadores de pessoas e empresas

Governo ainda irá indicar qual “software de segurança” deve ser instalado

Governo ainda irá indicar qual “software de segurança” deve ser instalado

Em um movimento que não tem a menor conformidade com países ditos democráticos, a Coreia do Sul quer obrigar que um “software de segurança contra programas zumbi” seja instalado em todos os computadores do país, sejam eles de pessoas ou de empresas. A iniciativa coincide com uma onda de ataques de malware que vêm destruindo PCs na região.

O software malicioso que teria justificado o projeto de lei age como um zumbi – transformando o computador infectado em hospedeiro para envio de mensagens de spam ou em base para ataque de outros sites. O diferencial desse software específico é que ao invés de agir em silêncio, sem o conhecimento do dono do computador- como é comum neste tipo de ataque - este programa está causando bastante estardalhaço, como se quisesse se fazer notar.

Este detalhe está levantando suspeitas de que o vírus pode estar sendo espalhado deliberadamente para que o projeto de lei “anti-zumbi” seja aprovado.

A suspeita ganha força com o fato de que, se aprovada, a lei irá permitir que o governo sul-coreano não só aponte qual o “software de segurança” mais eficaz como também que ele “inspecione” qualquer computador considerado “suspeito de estar infectado” no seu território. E mais: poderá fazer isso sem a necessidade de mandado, quando bem entender.

Nesse cenário a vida privada das pessoas – e das empresas – estaria absolutamente à mercê do governo.

Fonte: MSN Tecnologia

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você