Servidor do PS3 e executivos da Sony viram alvo de hackers

terça-feira, 5 de abril de 2011


Motivados pelo processo aberto contra o hacker Geohot, o conhecido grupo Anonymous fez dos servidores da Sony seus alvos no começo dessa semana e parecem ter acertado em cheio. Durante boa parte da tarde de ontem a rede PSN, usada por jogadores de PS3 para games multiplayer e outras coisas, ficou fora do ar por breves mas constantes períodos de tempo, bem como as versões europeias dos sites oficiais do PS3. A empresa, no entanto, disse em uma declaração oficial que se tratava de uma ‘manutenção esporádica’.


Além de tirar do ar os servidores, alguns membros do grupo foram além do necessário e criarem uma espécie de força-tarefa chamada SonyRecon que tem como objetivo vasculhar a web à procura de dados sigilosos de diversos executivos da Sony, para então torná-los públicos. O primeiro alvo já foi encontrado: Robert S. Wiesenthal, diretor de fusões e aquisições da empresa, teve dados como estado civil, endereços, nomes de filhos e conjugues divulgados abertamente ontem.

A Sony provavelmente já sabia que haveria uma retaliação ao processar Geohot, mas não parece que eles se prepararam muito bem para ela. As ações do grupo Anonymous também foram acompanhadas desse vídeo em inglês, em que eles dizem que a atitude da empresa em relação aos usuários que fizeram jailbreak “equivalem a punir uma pessoa que comprou um computador e deletou alguns programas”.

Fonte: Tecnoblog

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você