Cientistas criam circuito usando DNA

domingo, 5 de junho de 2011


Cientistas sempre quiseram criar motores, transistores e switches com tamanho próximo ao de uma molécula na esperança de que um dia isso poderia ajudar a combater doenças ou realizar certas tarefas de engenharia.

Agora, dois pesquisadores na Califórnia afirmou ter conseguido ligar 74 moléculas de DNA para efetuar um cálculo de raiz quadrada. Considerado como o maior circuito bioquímico já criado, ele pode ajudar na criação de pequenos testes de diagnóstico e novos biosensores.

Para criar os circuitos bioquímicos, Erik Winfree, professor de ciências da computação, sistemas neurais e computação, e bioengenharia no California Institute of Technology, e Lulu Qian, estudante fazendo pós-doutorado, usaram DNA para criar uma série de “portais com formato de gangorra” (foto abaixo) para produzir os sinais de ‘ligado’ e ‘desligado’ quando em contato com outra molécula.

Em um computador, estes portais são feitos com transistores eletrônicos, conectados entre si para formar os circuitos em um chip de silício. Winfree e Qian construíram seu circuito bioquímico em um tubo de ensaio.

O trabalho deles foi publicado nesta semana no jornal Science.

Fonte: Baboo

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você