FBI desmonta rede que faturou R$ 114 milhões com falso antivírus de PC

domingo, 26 de junho de 2011


Antivírus PC 1 (Foto: Reuters / via BBC)
Esquema com falsos antivírus chegou a render
R$ 114 milhões. (Foto: Reuters / via BBC)

O FBI (a polícia federal americana) desbaratou uma gangue que promovia um esquema internacional de venda de falsos antivírus que chegou a faturar US$ 72 milhões (cerca de R$ 114 milhões).

As operações foram realizadas nos Estados Unidos, França, Alemanha, Letônia, Lituânia, Holanda, Suécia e Grã-Bretanha.

Os suspeitos envolvidos no esquema plantaram programas maliciosos nos computadores de 960 mil vítimas. Os programas fingiam encontrar vírus nos computadores instalados.

O objetivo do golpe era fazer com que as vítimas voluntariamente pagassem por um falso antivírus, a fim de resolver um problema que na realidade não existia.

O total cobrado pelo falso antivírus era US$ 129 (cerca de R$ 209) e quem não pagava a taxa recebia periodicamente mensagens pop-up na tela do computador avisando que a máquina estava enfrentando riscos.

As autoridades americanas contaram ter desmanchado ainda uma segunda rede de fraudadores, que utilizou um sistema parecido de programa malicioso que faturou um total de US$ 2 milhões.

O esquema foi supostamente encabeçado pelos letões Peteris Sahurovs e Marina Maslobojeva, que acabaram presos na Letônia.

A dupla se fez passar por uma agência de publicidade que chegou a utilizar anúncios postados no jornal americano Minneapolis Star Tribune para atrair suas vítimas.

Fonte: G1

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você