Após Google denunciar complô, Microsoft rebate críticas pelo Twitter

domingo, 7 de agosto de 2011


Google acusou empresas de organizarem campanha contra o Android.
Executivos da Microsoft publicaram respostas à acusação no microblog.


Android, sistema para celulares do Google, já é o que mais sofre novos ataques (Foto: Divulgação)
Google acusou empresas de se unirem para derrotar
o sistema operacional Android (Foto: Divulgação)

A Microsoft rebateu o comentário publicado pelo Google na quarta-feira (3) sobre uma “campanha hostil” de aquisição de patentes organizada pela Apple e Microsoft para impedir o sucesso do Android.

A companhia disse que pediu à equipe jurídica do Google para que se unisse a eles na compra das patentes da Novell. No entanto, o Google teria se recusado.

"O Google disse que compramos patentes da Novell para tirá-las do Google. É mesmo? Convidamos eles para se juntar a nós. Eles disseram não”, afirmou Brad Smith, conselheiro geral da Microsoft, na sua conta pessoal no Twitter.

Na quarta-feira (3), o diretor jurídico do Google, David Drummond, publicou no blog oficial da empresa um texto em que afirma que as gigantes tecnológicas, junto a outras entidades, fizeram um acordo para comprar patentes das empresas de software Nortel e Novell “para garantir que o Google não as conseguisse”.

Mais tarde, o diretor de comunicação da Microsoft, Frank Shaw, publicou no Twitter a reprodução de um e-mail do conselheiro geral do Google, Kent Walker. Na mensagem, ele diz ter analisado a proposta da Microsoft mas que decidiu não participar do consórcio. No final de 2010, Microsoft, Apple, Oracle e EMC se uniram na aquisição de patentes da Novell.

Fonte: G1

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você