Torpedo pode desativar segurança de carros conectados à rede celular

sábado, 20 de agosto de 2011


Don Bailey (esq.) e Mathew Solnik burlam sistema de alarme vulnerável enviando um torpedo SMS (Foto: Eric Risberg/AP)
Don Bailey (esq.) e Mathew Solnik burlam sistema
de alarme vulnerável enviando um torpedo SMS
(Foto: Eric Risberg/AP)

Don Bailey e Mathew Solnik, especialistas da empresa de segurança iSec Partners, demonstraram ataques capazes de violar a segurança de sistemas de alarme e GPS em carros “inteligentes” que operam conectados à rede celular. A pesquisa da dupla demonstra que uma mensagem SMS – ou torpedo – pode interferir com o sistema de alarme do carro e destravá-lo.

Sistemas de GPS podem permitir que os veículos sejam rastreados. O risco é ainda maior caso o GPS usado seja auxiliado pela rede de telefonia celular, uma tecnologia conhecida como A-GPS (GPS Assistido). Esses dispositivos estão conectados à rede celular e podem receber comandos ou conter vulnerabilidades no processamento dos SMS.

Na prática, o maior desafio de um ladrão seria saber qual é o número celular do carro que ele quer atacar. Não existe maneira simples de saber qual o número celular do veículo, mesmo que o automóvel esteja próximo. Embora existam alguns técnicas com base na interceptação do tráfego da rede celular, a realização do ataque em uma situação real é complexa.

“Ficamos tão empolgados para usar uma tecnologia que estamos adotando-a muito rápido sem passar no impacto na segurança”, afirmou Bailey à agência Associated Press.

Outros especialistas em segurança já alertaram sobre os problemas de segurança em carros.
Fonte: G1

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você