Intel produz chip especial para supercomputador de 10 Petaflops

domingo, 25 de setembro de 2011


A Universidade do Texas anunciou na quinta-feira que irá produzir o supercomputador mais potente do mundo, capaz de realizar 10.000 trilhões de operações num único segundo: 10 Petaflops. São 2 Petaflops a mais do que o atual supercomputador mais potente, instalado no Japão.

Previsto para entrar em atividades somente depois do fim do mundo em 2013, a supermáquina será utilizada em atividades “científicas e financeiras” (sic) e deverá contar com processadores desenvolvidos sob medida, encomendados à toda-poderosa Intel.

Atual processador Xeon

Desenvolvido a partir de uma nova arquitetura batizada de Knights Corners, os chips deverão contar com 50 núcleos físicos, enquanto os modelos mais potentes destinados a servidores contam com os serviços de “apenas” 8 núcleos.

Por serem uma evolução dos modelos da família Larrabee, lançada em 2010, os modelos na realidade são uma GPU, com capacidade de processamento de dados e gráficos. Como lembra o site Cnet, tal arquitetura é semelhante aos processadores Nvidia Tesla, que em 2010 surpreenderam especialistas de todo mundo ao equipar o supercomputador mais rápido da época, instalado na China.

Os processadores serão da família Intel Xeon série E5.

De acordo com a Intel, os Knights Corner são “um co-processador destinado a altos volumes de trabalhos paralelos, construídos com tecnologia de 22 nanometros e tecnologia de transístores 3D” Demais detalhes a respeito do supercomputador texano ainda não foram revelados.

O supercomputador vai rodar Linux. Seu nome: Stampede.

Fonte: Tecnoblog

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você