Microsoft é processada por suposto rastreamento de celulares

quinta-feira, 1 de setembro de 2011


Nokia Sea Ray com Windows Phone 7 (Foto: Reprodução/)
Microsoft teria rastreado aparelhos com sistema
Windows Phone 7 (Foto: Reprodução/)

A Microsoft está sendo processada por ter, supostamente, rastreado a localização de aparelhos com Windows Phone sem o consentimento de seus usuários. As informações são do site Information Week.

A queixa contra a empresa foi prestada em um tribunal de Seattle, nos Estados Unidos. A acusação diz que a Microsoft está desenvolvendo um sistema de publicidade que usa localização e, para isso, estaria rastreando os usuários.

"O esquema da Microsoft está sendo feito por meio da câmera dos aparelhos com Windows Phone. A aplicação é padrão para os aparelhos do tipo", afirmou a acusação, segundo o site. O argumento principal contra a empresa é de que ela pede autorização aos usuários para captar sua localização na primeira vez que o programa da câmera é aberto e, supostamente, ignora as possíveis escolhas do usuário e continua coletando os dados posteriormente.

"A Microsoft continua a coleta de informações de localização do usuário, sem se importar se o usuário escolheu cancelar ou não permitir o rastreamento", diz a acusação, ainda de acordo com o site Information Week.

Segundo o site, a Microsoft não quis comentar o processo.

Em abril, a Apple passou por problemas parecidos quando foi revelado que seus iPhones recolhiam dados de localização e os armazenavam por até um ano, mesmo quando o software de localização do aparelho estava supostamente desligado. O episódio renovou as críticas sobre a questão entre localização e privacidade. A Apple fez uma atualização em seu software para corrigir o problema.
Fonte: G1

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você