TIM anuncia banda larga via Wi-Fi na Rocinha

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011


A TIM anunciou sua primeira rede Wi-Fi de alta capacidade. Trata-se de um projeto ambicioso que, se tudo ocorrer como prometido, viabilizará a inclusão digital, pelo menos para os moradores da Rocinha, no Rio de Janeiro. O CEO da operadora, Luca Luciani, anunciou em coletiva na escola de samba Acadêmicos da Rocinha uma rede de acesso gratuito à toda a comunidade.

Luca Luciani, visitando uma loja credenciada na Favela da Rocinha

A infraestrutura da rede Wi-Fi é bem robusta: são 25 antenas, ligadas a duas fibras ópticas com capacidade de 2 Gbps. Isso é capaz de cobrir a Rocinha praticamente inteira, sem a necessidade de antenas externas — algo extremamente válido com a popularização de smartphones, notebooks e tablets.

Haverá dois tipos de acesso: uma conexão gratuita, que limita o acesso a alguns sites de utilidade pública, bem como a conexão ilimitada, disponibilizada apenas para clientes dos planos de internet da operadora. “Não há custo adicional para utilizar o serviço. A pessoa só precisa ser cliente TIM. Ela pode comprar um chip por R$ 5 usar o Infinity Web por R$ 0,50, nem que seja pra usar a banda larga em casa”, diz Rogério Takayanagi, ex-diretor de marketing da TIM que foi promovido recentemente e não soube dizer seu atual cargo (é sério).

A rede ainda não foi inaugurada. Durante um beta com a população, a rede suportou 5 mil usuários simultâneos sem gargalos. Para fins de teste, foi realizada uma videochamada no Skype para demonstrar um serviço, com direito a algumas travadas no início, mas depois estabilizou. No caminho de outra coletiva, Takayanagi afirmou que a rede está em fase de ajustes finais e deverá ter inauguração ainda esse ano.

A TIM aposta que esse tipo de serviço deve atrair os moradores para a sua base de clientes. Até o momento, nada foi dito sobre a expansão de projetos como esse para outras comunidades ou cidades.

Fonte: Tecnoblog

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você