Conheça o brasileiro cocriador do Facebook que lucrará com o IPO

domingo, 20 de maio de 2012


Eduardo Saverin diz no Facebook que sua cidade natal é Miami, na Flórida, mas o jovem que ficou conhecido pelo seu envolvimento na fundação do Facebook é brasileiro. Nascido em São Paulo, sua família se mudou para os Estados Unidos nos anos 1990, segundo biografia escrita pela “Forbes”. Agora, com a estreia do Facebook na bolsa de valores, Saverin pode se tornar um dos brasileiros mais ricos do mundo.
O brasileiro é definido como "ingênuo, porém muito legal e inteligente" por Ben Mezrich, que o entrevistou para escrever o livro "Bilionários Acidentais", em que se baseou o filme "A Rede Social". "Nós nos falamos por cerca de seis meses, mas ele cortou qualquer contato comigo após fechar um acordo com o Facebook", contou Mezrich ao G1.
Não há dado oficial sobre o quanto Saverin detém no Facebook, mas o livro “Efeito Facebook”, de David Kirkpatrick, afirma que ele ficou com 5% da companhia após o fim da briga na Justiça entre o brasileiro e Zuckerberg, atual CEO da companhia e detentor de 28% dela -- o acordo citado por Mezrich.
Se o brasileito ainda tiver 5% do Facebook, ele poderá faturar algo como US$ 5,2 bilhões com a entrada da rede social na bolsa de valores, já que a empresa foi avaliada em US$ 104 bilhões.
Perfil de Eduardo Saverin no Facebook (Foto: Reprodução) 
Perfil de Eduardo Saverin no Facebook
(Foto: Reprodução)
Apesar disso, especula-se que ele tenha vendido parte de suas ações para investir em novas empresas – segundo a “Forbes”, isso permitiu que ele investisse em companhias de tecnologia em estágio inicial como a Qwiki ou a Jumio. Outro fator que leva a acreditar que ele detenha menos de 5% da rede social é o fato de o brasileiro ter ficado de fora dos documentos enviados pelo Facebook para o início de venda de ações na bolsa – os papeis detalham os principais acionistas da companhia.
Em setembro de 2011, Saverin já era avaliado pela “Forbes” como dono de um patriônio líquido de US$ 2 bilhões – antes da oferta inicial de ações do Facebook. Hoje com 29 anos, ele mora em Cingapura e já figura na lista da “Forbes que traz as 400 pessoas mais ricas dos Estados Unidos” -- ele foi naturalizado norte-americano, mas recentemente renunciou à cidadania.
Em entrevista ao “The New York Times” (acesse aqui), publicada na quarta-feira (16), Saverin negou ser um playboy, como é visto na rede social, onde aparece abraçado com mulheres bonitas e bebendo champanhes caros. “É um equívoco”, disse ao jornal. "Eu tenho um Bentley [carro]. E eu realmente saio. Mas prefiro não entrar em detalhes pessoais”.
O envolvimento de Saverin com o Facebook começou logo na criação da rede social, no início de 2004, quando o brasileiro e o fundador Mark Zuckerberg eram colegas em Harvard.
Segundo o livro “Bilionários Acidentais”, de Mezrich, foi o brasileiro quem fez o investimento inicial necessário para iniciar as operações da empresa. O “Bilionários Acidentais” foi uma das únicas publicações sobre o assunto que conseguiram falar com Saverin sobre a conturbada fundação do site, mas não conseguiu entrevistar Mark Zuckerberg.
Fonte: G1

 
© 2009 | MALINUS | Por Templates para Você